Category Archives: Doeu

Menina Wikipédia

Ela chegou, sentou e esperou o veredicto. Pediram-na para que escrevesse uma propaganda sobre sua pessoa, para que cada um daquele grupo de pessoas conseguisse descobrir uns aos outros, trabalhando acima de tudo o auto-conhecimento. E ela o fez. Na folha de papel colocou que escrever significava muito para ela, disse que olhar era uma…

Continue Lendo →

“Para que?”

Ela nem tenta mais ser compreendida. “Para que? ”, diz a quem tenta lhe entender. Ela nem tenta responder as perguntas tolas, como “tudo bem?”, já aprendeu que perguntas retóricas não se respondem, talvez com um sorriso e um balançar de cabeça, mas basta para quem está “interessado” na resposta. Ela não tenta sair da…

Continue Lendo →

a incógnita ELE

Ele é uma incógnita. É o tipo de livro que você fecha o olho ao comprar; o qual o preço é de assustar, mas você paga para ver, já que todos ao seu redor criticam lendo e não gostando ou elogiam, sem ao menos tê-lo em casa. Ele é aquela equação matemática que tem de…

Continue Lendo →

Não é um recado

Menino moreno do olhar sereno, ela tem um recado a você; ou melhor, ela não tem um recado a você, ela só tem pensamentos alinhados. Primeiro, sim, ela realmente pensou que o que você dizia era verdade, mas já discorri sobre isso, ela estava certa em acreditar nas pessoas; mas em você, acho que ela…

Continue Lendo →

Menina do “Q” a Mais

Ela tem aqueles olhos grandes e brilhantes, os quais o senhorzinho comprando bolo caseiro elogiou com uma graça tremenda. Ela tem aqueles lábios que ficam com ar de leveza em fotos, com cor pálida as vezes, cor vibrante raramente, mas que dão aquele “Q” a mais àquele sorriso que satisfaz. Tem palavras sábias e doces,…

Continue Lendo →

Tons da vida

Um teclado tem cinco tons, em média pelo que eu conheço de teclados (desculpe a ignorância), tem do mais grave, ao mais agudo. Grave: que ou aquilo que tem peso, de andamento lento. Agudo: sutil. Tendo esses significados das palavras a cima em mente, todos somos teclados, ou talvez (ignorância novamente) um instrumento qualquer. A…

Continue Lendo →

Ela…

Ela preferia se perder em cada música dele que escutava. Em cada respiração que aparecia entre as palavras soltas uma atrás da outra naquele rap. Preferia se perder nos inúmeros significados que a letra de uma música poderia ter, ou que aquela poesia poderia parecer. Preferia, ainda, se perder nas palavras daquele velho livro da…

Continue Lendo →

Page 6 of 6