A arte

IMG_0203

“Estudar é polir a pedra preciosa”

Sofistas acreditavam na arte da política. Arte: habilidade dirigida para a execução de uma finalidade prática ou teórica, realizada (com foco nas seguintes palavras) consciente, controlada e reacionalmente.

Mesmo custando a acreditar que no meio de toda essa confusão que está o cenário brasileiro político, os políticos atuais são artistas. Eles habilidosamente colocam a sociedade para prestar atenção no que dizem, e a sociedade para, para escutar uma frase como essa: “não vamos colocar meta, vamos deixar a meta aberta, mas quando atingirmos a meta, vamos dobrar a meta”. Como diz a música “eles não dizem nada”.

Sabe; há pessoas que acreditam no poder do esquecimento, mas “ei!”, “moço!” “fala sério!” o que você vai esquecer? Vai esquecer qual a sua opinião? Esquecer a história?

O que, de fato, cai em esquecimento, é algo que não é real, é o imaginário, não há como esquecer do que se opina; porém, aquelas informações “vomitadas” – como diz um filósofo conhecido de quem vos fala – informações inertes, essas são esquecidas facilmente, lembradas, talvez, por poucos.

E adivinhe onde chega-se…. A linguagem, um bem tão magnifico dado ao ser humano, criado, compartilhado (ou como queira chamar), é o mesmo bem que afeta a todos esses seres pensantes que no lugar de exercitar, simplesmente reproduzem, mas “não”, “Senhor me livre” de pensar, aprender, saber, de fato.

Sabe; se alguém, todo dia, ganhasse um café e pudesse escolher entre aprender a faze-lo ou continuar ganhando o mesmo, a escolha seria fácil, então é compreensível essa transformação da linguagem, mas vamos lá, a única coisa que se faz nessa vida é tomar o café e faze-lo, sempre assim, todo dia, sem mais tarefas, será que esse alguém não cansaria de ter o café sempre pronto?

Talvez o que está acontecendo, hoje, é que os “alguéns” cansaram do café pronto e querem aprender a prepara-lo, mas agora, quem tem sua receita, negue compartilha-la, e nisso, a sociedade está se alienando a seres vomitantes, os quais sua única função é tomar café, sem arte, habilidade, sem consciência, controle e raciocínio.

Precisa-se conseguir usar a linguagem de maneira correta, exercitando as mentes da sociedade, já que, a receita não é algo inalterável. Vamos, juntos, criar uma nova receita, para que a arte ressurja na sociedade, e não seja apenas dos políticos.

 

PS.: Não! Isso não é defesa de qualquer forma de poder, somente uma opinião.

Leave A Response

* Denotes Required Field