consigo mesma

wiki

Era tão bom se sentir estranha, de um jeito que só ela sabia ser

Não era estranha como as outras, muito menos normal

Ela era estranhamente estranha, mas isso a fazia sentir tão feliz.

Era algo que achava especial em si mesmo

Uma confiança que vinha repentinamente

Da mesma forma que podia desaparecer, raramente

Pode até parecer estranho

Mas o normal, existe?

Ela diz que são só pontos de vista

E talvez, quem sabe, ela esteja certa

E talvez, quem sabe, esse mundo seja muito alienado para ela

Já que, agora, o normal é normal só para ela

E o estranho é um estranho só dela

Se ela é normal ou não, isso é consigo mesma, e ninguém mais

Talvez seja difícil compreender

Mas é a coisa mais fácil de se entender, quando apreciado

Ou melhor

Não é preciso entender

É preciso cuidar só de si mesmo

E é isso que ela começou a fazer

Pensando em como o futuro há de ser

Leave A Response

* Denotes Required Field