O que ela quer…

É conseguir dançar sozinha, ela sonha com o dia em que não precisará esperar pelo princípe ­ já

que nenhuma Cinderela o pediu. Ela quer aquelas festas em que ela dance, canse, talvez até

chore um pouco, mas se sustente em seu salto quinze, mostrando para si mesma ­ porque os

outros que se danem, ela não precisa provar nada a eles ­ que pode e quer ser feliz ao seu

modo.

Um dia, quando ela acordar verá que, todas aquelas choradeiras, todos aqueles pedidos de fica

mais um pouco, todas as cartas, poemas e mensagens não enviadas, serviram mesmo para

aprendizado, mas que no fundo mesmo, eram só para lhe frustar, adiar a felicidade, nesse dia

perceberá que ninguém precisa correr atrás de um alguém.

Ela acordará e terá aprendido que quem quer da um jeito, quem não quer arranja desculpa ­

daquelas bem mal contadas, ainda por cima ­ e acima de tudo quem lhe ama permanecerá, ou

algum dia irá voltar, porque “Senhor!” ela pensará “como esse mundo da voltas!”.

E nao é que da mesmo? Ontem ela era desesperada, hoje é uma calmaria só, vive um minuto de

cada vez e nem gosta de fazer tantos planos, talvez ela nem saiba quem ela é nesse exato

momento, mas sabe quem ela quer ser dali alguns anos, e aquilo meus caros amigos, ela nunca

vai deixar que um pincípe estrague. Aquilo não é mais um sonho, já virou objetivo; se ela quer

cantar não há quem diga que ela canta mal, se ela quer dançar, não há quem deseje um

tropeço…

Ah, e sobre o princípe; então, ela não terá desistido, sonha com aquele casamento, com aquele

vestido branco e aquelas damas de honra vestidas iguaizinhas, mas sabe que tudo tem hora

certa, e que se não deu certo até agora, “Oras” dirá ela a si mesma, “mas a vida não está só

começando?”. E como ela terá aprendido com esse início da vida; demorou, tropeçou, chegou a

pensar que companhia de pessoas não era para ela, mas quando acordou nesse dia, viu que, do

dia pra noite, nem mesmo milagres acontecem, então “calma ai” pensará ela, “todo dia é o dia

mais feliz da minha vida”. E ela terá razão, ninguém precisa estar na vida dela para fazer cada

dia valer a pena. Se ela simplesmente acordar todo dia e souber do que é capaz, todos os dia

valerão a pena!

E esse dia e que ela vai acordar, vai chegar: “tudo tem seu tempo”, diz ela a si mesma, até, esse

dia, alcançar!

Leave A Response

* Denotes Required Field