essência

giovanamacozzato

“Eu queria ter tempo de ficar sozinha, encontrar algo que me desfizesse insegura, que me mostrasse capaz de ser, sem poder mudar o que sou, e que ao mesmo tempo, me refizesse.”

Ela queria isso. Queria capacidade de se mostrar ao mundo, sendo somente, nada mais, que ela.

O problema é que todos nós sabemos como fazer isso. Todos nós sabemos o guia completo do que devemos fazer primeiro, depois, e como finalizar. E o problema é que mesmo querendo, a rotina sempre será difícil de quebrar.

A rotina quebra a essência, ela sabia. A essência é prazerosa, ela conhecia. A essência, pode vir de forma dolorosa, ela comprovara.

O problema de tudo que não queremos fazer, é o sentimento que o mesmo nos trará.

O problema do futuro, é que não sabemos qual sentimento esperar.

O problema do passado: ele não tem problema, conhecemos, o criticamos, mas no fim, muitas das vezes, neles, é que estamos.

Ela jogou tudo pro ar. ‘O que tinha a perder?”

O passado que vivera? O passado que estava vivendo?

Ninguém perde o passado, ESSE é um problema que temos com ele.

No fim mesmo, ela só ganhou sonhos e aprendeu a tocar, essa complicada música que a vida parece insistir em repassar.

(é essa música, essa vontade de mudar, de viver só o agora e perceber quando algo está errado, que é a essência. A essência pede clareza no olhar, suavidade na voz e um sorriso que possa trazer um novo amanhecer a cada pessoa que ela conhecer)

 

 

 

 

 

Leave A Response

* Denotes Required Field